Homenagem ao saudoso Dr. Luiz Alberto Jardim Motta

A cirurgia do joelho no Brasil chegou ao nível que é hoje graças ao pioneirismo dos ortopedistas da velha guarda. E recentemente perdemos um dos nossos sócios que é um desses exemplos: o Dr. Luiz Alberto Jardim Motta.

Nascido na cidade de São Gonçalo (RJ), em 3 de maio de 1938, Dr. Luiz Alberto Jardim Motta morou e exerceu sua profissão na cidade de Niterói, até se aposentar aos 70 anos de idade.

A história começa com sua formação em Medicina pela Universidade Federal Fluminense em 1962, tendo optado por se especializar em Ortopedia. Em 1972 muda-se para Londres com a família para um estágio de 1 ano no Royal National Orthopaerdic Hospital, onde tem o primeiro contato com a cirurgia astroscópica do joelho.

Retorna em 1973 e, logo em seguida, o Hospital da Polícia Militar do Rio de Janeiro, um dos lugares onde trabalhava, adquire um astroscópio de Watanabe possibilitando que ele realize suas primeiras artroscopias.

Na década de 80 vai para os Estados Unidos visitar os serviços de Jack Hughston e James Andrews, grandes nomes da cirurgia do joelho na época.

Em 1987, em um congresso na Áustria, fica impressionado com uma palestra do cirurgião francês Henri Dejour e pede, pessoalmente, para conhecer o seu serviço em Lyon, e assim o faz. Na época, o serviço ainda contava com os doutores Pierre Chambat, Philippe Neyret e Gilles Walch. Volta muito bem impressionado com os conceitos da Escola Lyonesa e passa a seguir seus ensinamentos.

Em 1997, passa uma temporada em Pittsburgh no serviço do Dr. Freddie Fu, buscando sempre o aperfeiçoamento.

Aos 80 anos, realiza o sonho de fazer o Caminho de Santiago de Compostela, caminhando.

Logo depois é diagnosticado com um câncer vindo a falecer no dia 20 de maio de 2021, aos 83 anos de idade, deixando esposa, 3 filhos e um importante legado na cirurgia do joelho, que compartilhou com o filho Luiz Alberto Jardim da Motta Filho.

 

Tutorial Fórum SBCJ