SBCJ

Caso clínico

Luxação recidivante da patela esquerda

Resumo:

Refere vários episódios de luxação da patela esquerda (uma vez ao mês). Fez tratamento fisioterápico por 6 meses, sem melhora.

 
Paciente (dados):

24 anos, sexo masculino.

 
História:

QD: Dor no joelho esquerdo e insegurança para praticar esporte.
HPMA: Refere vários episódios de luxação da patela esquerda (1 vez ao mês). Fez tratamento fisioterápico por 6 meses, sem melhora.

 

  • imagem1

  • Imagem2

  • Imagem3

  • Imagem4

  • Imagem5

  • Imagem6

  • Imagem8

  • Imagem9

  • Imagem10

  • Imagem11

  • Imagem12

  • Imagem13

  • Imagem14

  • Imagem15

  • Imagem16


 

 

 
Exame físico:

Alinhamento normal MMII;
Teste deslizamento lateral maior que 3 setores;
Smillie +.

 
Hipótese Diagnóstica:

Luxação recidivante da patela esquerda.

 
Exames Imagem:

- RX;
- Tomo: TA-GT=15mm e Inclinação Lateral 250.

 
Conduta:

Reconstrução LPFM com tendão grácil, fixado na patela com placa endo button e no fêmur com parafuso de interferência absorvível.

 
Pós-operatório:

Evoluiu com dor e dificuldade para fletir o joelho. A flexão máxima no pós operatório era 50 graus.
Após um mês da cirurgia, sofreu queda com a flexão total do joelho, o que causou a fratura da patela.
Foi operada nesta ocasião, sendo realizado a fixação da fratura com de 2 parafusos canulados + amarria com fio de aço.

 
Comentários:

A fixação incorreta do enxerto (LFPM) no fêmur, mais proximal e anterior, impediu que a paciente fletisse o joelho acima de 40 - 50°.
A fixação na patela com túnel transversal, enfraqueceu a estrutura óssea da mesma.
A queda sofrida no pós operatório 1 mês, com a flexão forçada do joelho, provocou a fratura da patela no ponto de maior fragilidade criado pela cirurgia (túnel). Caso a patela não tivesse fraturado, o neo ligamento com certeza se romperia ou se soltaria do túnel femoral.
Para prevenir tal intercorrência, preferimos fixar o enxerto na patela com 2 âncoras (dupla banda anatômica) e no fêmur com parafuso de interferência, utilizando a escopia para checar o correto posicionamento. (Schöttle PB et al, Am J sports med, 2007).

Informações sobre o autor

Nome: Victor Marques de Oliveira
Cidade: São Paulo Estado: SP
Hospital: Santa Casa de Misericórdia de São Paulo Departamento: Faculdade de Medicina da Santa Casa

Comentários sobre o Caso Clínico


Comentários sobre o Resultado Final