SBCJ

Caso clínico

Fratura luxação inveterada do joelho




Resumo:

Luxação postero lateral do joelho com 2 meses de evolução, joelho permanece subluxado.



Paciente (dados):

42 anos, sexo feminino, ativa, adm 0-30, com parestesia no dorso do pé, com status vascular ok, dorsoflexão do pé preservado.



História:

Vitima de atropelamento ha 2 meses, atendida em outro serviço onde não foi visto a luxação de joelho e foi imobilizada com gesso por 15 dias. Depois iniciou fisioterapia para ganho de arco de movimento.




  • rm

  • rx

  • tc 3d

  • tc 3d1


Diagnóstico:

Luxação postero lateral joelho direito + lesão lcm + lcp + lca+ frat viciosamente consolidada plato lateral.



Tratamento:

Somente fisioterapia.



Seguimento ('Follow up'):

Paciente com dor + incongruência articular joelho direito, com rigidez associada e deformidade em valgo do joelho.



Literatura:

Luxação posterolateral pode ser irredutível devido a encarceramento do côndilo femoral medial através da capsula e do lcm e a redução aberta esta indicada nestes casos.



Resultado final:

Ainda em programação.



Questionamentos sobre o caso:

Realizar redução cruenta da luxação por acesso anterior ou anteromedial no joelho?
O afundamento articular do platô lateral realizar no 1 tempo com a redução do joelho?
Reconstrução do LCP com tendão quadríceps e LCM com flexores num segundo tempo?
Utilização de algum fixador externo para manter o joelho reduzido?


Informações sobre o autor

Nome: Rafael Petros
Cidade: Rio de Janeiro Estado: RJ
Hospital: Tijutrauma Departamento: Ortopedia

Comentários sobre o Caso Clínico

MARCUS VINICIUS DANIELI 16-01-2014
Infelizmente casos assim são desastrosos. O ideal é tentar redução aberta e já estar preparado para não conseguir e ter que programar em outro momento uma artrodese ou prótese caso a paciente fique com dor ou instabilidade grosseira. Caso dificil, não tem protocolo definido. Tem que conversar muito bem com a paciente.


RAFAEL SOUTO BORGES PETROS 23-12-2013
Bom dia Celso, obrigado pelo comentário. Meu pensamento foi semelhante ao seu inicialmente. Fiz uma redução cruenta e ganho de ADM com fisioterapia. Hoje já com 2 meses, paciente encontra-se com ADM 0-90, com instabilidade medial e posterior. Estou programando uma reconstrução do LCM e LCP nos próximos meses.


CELSO LUIZ DELLAGIUSTINA FILHO 19-10-2013
Ola Rafael! Caso extremamente difícil e também raro, já que as luxações de joelho muitas vezes são reduzidas facilmente desde o diagnostico precoce (primeiro atendimento/na urgência). Caso como este ainda não presenciei! Mas acredito que na lista de problemas temos dois fatores a analisar com muito cuidado: luxação propriamente dita e lesões ligamentares. Primeira etapa, acredito que o melhor a fazer e realizar a redução cruenta, restabelecendo assim a congruência articular o quanto antes (obs: talvez manter fixador externo para assegurar a redução). Em vista disso, sem duvida, esse joelho evoluirá com rigidez. Desta forma, nunca pensaria na reconstrução ligamentar (pivots e cantos), que seria a segunda etapa enquanto houver rigidez. Fisioterapia para tentativa de ganho de adm. Se restabelecer adm poderia pensar após em reconstrução ligamentar. Um abraço!



Comentários sobre o Resultado Final